Histórico

HISTÓRIA JANDAÍRA/RN

Os primeiros registros históricos de Jandaíra vêm de Anfilóquio Câmara, que em 1941, já dava por certo a existência de um lugar com um distrito policial e certo nível econômico conhecido por Poço Jandaíra.

O nome de Jandaíra/RN originou-se da abelha jandaíra existente na região. O substantivo é derivado de jandiere, nome dado pelos aborígenes ao inseto que produzia o mais puro mel, bastante utilizado pelos índios no trato de enfermidades.

Os tropeiros saíam de Lajes/RN para São Bento do Norte/RN em jumentos (animais usados como transporte na região), carregados de lenhas para comercializá-las e de lá traziam peixes para vender em Lajes. Nessas caminhadas, eles tinham um ponto de referência para pernoitar e, a esse local, deram o nome de Baixa da Jandaíra. Nesse lugarejo, alojavam-se e à noite saíam para caçar e, nessas caçadas, encontravam sempre o mel da abelha Jandaíra, o qual extraíam e, como consequência, tornava-se mais um produto a ser comercializado. A cerca de 2 km desse local, em 1936, começaram a chegar os primeiros moradores e a partir de então, passou a se chamar Jandaíra.

Quanto ao povoamento, este apresentava um ritmo de crescimento razoável, e, em dezembro de 1958, foi elevada à condição de vila. Depois de cinco anos, os habitantes resolveram lutar para desmembrá-la de Lajes. A Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte e o governador do Estado Aluízio Alves oficializassem e aprovassem a Lei 3.036, dois dias após o feriado natalício. Em 27 de dezembro de 1963, o órgão criava oficialmente o município. Os prefeitos eram nomeados e o de Jandaíra passou a ser Severino Matias, porém o primeiro prefeito eleito pelo voto da população foi Severino Ramos da Câmara.